sexta-feira, 3 de outubro de 2014


Assista ao documentário :
"Lá que noi fomo criado"
 Resultado do projeto dos jovens Bruno e William do PJ MAIS  Paraibuna.

HISTÓRIA E IMPACTOS SOCIAIS CAUSADOS PELA CONSTRUÇÃO DA REPRESA DOS RIOS PARAIBUNA E PARAITINGA, EM PARAIBUNA-SP.


Ao final da década de 1960 iniciou-se a construção de uma Barragem represando os rios Paraibuna e Paraitinga, em Paraibuna, SP. Este vídeo é um trabalho de jovens do PJ-MAIS do Instituto H & H Fauser visando retratar, em um projeto de Iniciação Científica, as consequencias socio-econômicas para os moradores da região inundada por essa represa.
 
Veja agora em:

terça-feira, 23 de setembro de 2014

 
E muito Além do Vale os Nasceres do sol são as 5h15 da manhã
 
 
    Poderia lembrar assim de todos os dias da minha primeira vez no Nordeste, é isso aí, coisa linda de se ver, lembrança do sol, das praias (a maioria dos dias só pela janela) , as pessoas, os sorrisos, a cordialidade, os peixinhos e corais em Porto de Galinhas (pena que só um dia e chovendo). Lembrança de Olinda e toda sua história e energia em cada um dos cantos e seus moradores.
    Mas quando me falarem de Nordeste virá uma lembrança ainda maior, aquela saudade gostosa, até da gastrite nervosa da Luana atacada pela primeira viagem de avião, o orgulho do William em ver uma professora que ficou sabendo do seu projeto por causa da FEBRACE procurara-lo para assistir o documentário e saber sobre sua execução, as meninas da culinária típica, Vitória, Rayza, Luana, contentes pelos elogios de um professor de gastronomia que passou por seu stand, a Tamiris apresentando com segurança e apesar de sempre tímida fazendo bagunça até na foto do patrocinador, o Julio e Júlia agitando a Feira com suas palmas e alegria, e ainda receberem o premio do 4º lugar em Ciências Humanas e Sociais, a Bruna, a mais tímida de todos receber o prêmio de 3º Lugar em Ciências Humanas e da Saúde e ainda Certificado de Destaque Incentivo à Tecnologia e Ciência ABRITEC (Associação Brasileira de Incentivo à Tecnologia e Ciência) entre 3 projetos selecionados de toda a feira.
    É isso, quando ouvir falar sobre Pernambuco o que virá primeiro a minha lembrança certamente será o orgulho de fazer parte dessa história, da história de vida desses jovens do PJ-MAIS, do Instituto H & H Fauser , da história de alguns jovens de Paraibuna, todos de escola pública, menores de idade, de vida simples, que para conseguir o dinheiro da própria alimentação deram desde “aula de Zumba”, foram “auxiliares de construção”, venderam rifas, fizeram bingo e galinhada, pediram ajuda a parentes, padrinhos, amigos, para algo que não era pura diversão, era sim uma pequena mostra de todo potencial criativo e cidadão de cada um.
O apoio do Instituto Florestal foi fundamental, Elaine Rodrigues, Leni e sua equipe, se dedicaram e nos ajudaram tanto para concretizar os relatórios sintéticos, os painéis, a impressão de tudo e agradecemos literalmente correr atrás de nós no aeroporto antes de nosso voo para entregar todo o material.
 
    Toda vez que escrevo um texto de agradecimento digo que “nada disso seria possível sem você”, pais, jovens, Prefeitura Municipal de Paraibuna, Instituto Florestal, apoiadores (que de pouco em pouco deu um tantão suficiente para pagar as inscrições e transporte dos jovens), patrocinador Ecounion, com itermediação do Sr. Mauro (que patrocinou  parte da passagem de avião e estadia do hotel), minha gratidão por que proporcionaram momentos de vivência maravilhosos e inesquecíveis, mas mais ainda além de gratidão eu sinto orgulho e esperança, de saber que não estamos sozinhos por que vocês não nos deixam caminhar sós nessa difícil e deliciosa empreitada que é fazer de verdade “um mundo melhor”.
   Tudo valeu a pena, até acordar todos os dias antes das seis da manhã, tudo será guardado e saudosamente lembrando, com uma imensa gratidão.
 


Larissa Neli Faria



quinta-feira, 4 de setembro de 2014



Lá vamos nós de novo!
 
    De mais de 600 projetos inscritos de todo o Brasil para a Feira Nordestina de Ciências e Tecnologia (FENECIT), foram 200 selecionados e por incrível que pareça 5 são de Paraibuna.
Pois é, esse ano na FEBRACE, 2 dos nossos projetos já haviam recebido credencial para participar da FENECIT, isso é, já poderiam participar pois não precisariam passar pela seleção. Agora vamos levar 5 de uma só vez, mostrando lá na pontinha do país, em Recife, toda a capacidade e potencial de nossos jovens. E desses projetos alguns são em duplas ou trio, então são 8 jovens de Paraibuna, um desafio imenso de logística, preparação e capital financeiro.
 
 
 
    Será a primeira viagem de avião desses jovens, a primeira vez que alguns saem do Estado de São Paulo, e até a primeira vez que eles ficam em um hotel. Sabe o quanto isso significa para cada um? Sabe o quanto ir viajar e apresentar um trabalho feito com tanta dedicação e esforço em um estado tão longe como Pernambuco é e será sempre importante para a vida desses jovens de uma cidade tão pequena chamada Paraibuna, no interior de São Paulo, onde viam tão pouco ao seu redor ser valorizado?  
    E, principalmente, esses projetos que tornam o jovem protagonista e possuem potencial modificador dentro da comunidade onde vivem, não só uma pesquisa científica isolada, mas sim uma pesquisa baseada em seus interesses de melhorar a vida das pessoas ao seu redor.
    É isso: eles vão conhecer outros jovens tão engajados quanto eles, alguns de escolas públicas estaduais como eles, outros de maiores condições financeiras, vão conhecer pesquisadores de todo o Brasil avaliando seus projetos, vão ver realidades diferentes, e com certeza, vão se divertir muito.
   
    Mas como tudo tem literalmente "seu preço" estamos ai na luta, para arrecadar o valor total necessário (quem puder fazer uma doação segue abaixo a conta bancária), para levar até o nordeste esses meninos e meninas mais os orientadores para acompanhar já que são todos menores de 18 anos.
    Não é algo fácil, e o trabalho mais difícil a orientadora Milena Antunes já executou com eles que foi, realizar o projeto, elaborar a monografia, e mostrar a essa juventude esse potencial instrumento de melhoria da qualidade de vida das pessoas que é a Iniciação Científica.
    Nós acreditamos que é possível. Acreditamos tanto que o valor das passagens de avião já foi doado e já estão compradas, agora precisamos cruzar os dedos, e batalhar mais um pouco, e ter fé que dia 16 de setembro, isso mesmo, já já esses meninos e meninas estarão embarcando rumo ao aeroporto de Jaboatão de Guararapes.
    Ah, muita gratidão novamente a todos que nos ajudaram a ir para FEBRACE em São Paulo ir para o Nordeste ainda é resultado da colaboração de vocês, e obrigada a todos os que estão ajudando a ir para FENECIT, e é muito bom saber que além de nós aqui, tem gente por ai que acredita que cada um é que constrói o mundo que queremos  e precisamos.
 
 
Larissa Neli Faria

Banco do Brasil
Agencia 6640-0  Paraibuna-SP
c/c  659-9 Instituto H & H Fauser
CNPJ 09,127,795/0001-78

terça-feira, 25 de março de 2014


                                                         Gratidão
 

A participação na FEBRACE foi maravilhosa, uma intensa mistura de cultura, de sotaques, de comportamentos. De Paraibuna foram dez jovens, todos do Programa de Jovens Meio Ambiente e Integração Social, o PJ-MAIS, seis deles estavam apresentando os projetos. No início o nervosismo, depois a auto confiança, com um trabalho tão bem feito, depois de tanta pesquisa e tantos estudos eles sabiam porque estavam lá. Para nós adultos responsáveis pelos meninos e meninas foi uma semana de nos orgulhar, de refletir, de nos dar esperança.
Queremos sempre ver esses jovens indo além, além dos limites impostos, além da falta de responsabilidade, além de tudo que os impede de crescer e de enxergar que são sim capazes e co responsáveis por sua cidade, pelo bem estar dos que estão ao seu lado, por aprender e aplicar seus conhecimentos da melhor forma possível para a sua família e para a  sociedade.

Captar recursos não é algo fácil, foi um trabalho de formiguinha, a cada dia pensando em estratégias para conseguir atingir um maior número de pessoas e de doações. Dentro de nosso município fizemos através do “Livro de Ouro”, muitas pessoas doaram, e demonstraram a confiança que têm em um projeto que acontece no próprio quintal, o reconhecimento de muito esforço, de pessoas dedicadas, de jovens que mudam suas atitudes e crescem a todo momento. E também utilizamos o Catarse, um site de arrecadação que faz um tipo de “vaquinha on-line”, isso é, um financiamento coletivo, e com a ajuda de e-mails e redes sociais divulgamos e obtivemos sucesso nas arrecadações, e mais ainda,  um sucesso em mostrar para o maior número de pessoas como batalhamos e acreditamos que essa metodologia de ensino e conscientização do jovem é eficiente no papel de torná-los protagonistas de um mundo melhor. Muitas pessoas, familiares, amigos, amigos de amigos, desconhecidos, foram tantos os que doaram, ou pelo site, ou por depósito em conta, que foram atingidos por essa divulgação, sem contar com todos os compartilhamentos, curtidas, a confiança de pessoas que não poderiam doar no momento, mas que viram em nosso projeto uma esperança, uma mudança, o reconhecimento por tanto amor e trabalho que depositamos nessa causa
 
Todas as doações, independentes do valor, foram de uma importância sem tamanho, e principalmente alimentaram a certeza de que estamos no caminho certo de R$3,00 a R$1.000,00, todos, sem exceção ressignificaram o nosso esforço.
Se nossos jovens vão “Além do Vale”, vão muito capacitados, e também levam o orgulho de nós da equipe de Coordenação e Orientação desses projetos.
Na FEBRACE um dos projetos foi contemplado com o prêmio  de “Excelência em Iniciação Científica” pela ABRIC (Associação Brasileira de Incentivo a Ciência) e dois projetos foram agraciados com a Credencial para a FENECIT - Feira Nordestina de Ciências e Tecnologia, que acontece lá em Recife-PE. Se nossos jovens vão conseguir sair daqui e chegar lá em Pernambuco ainda não sabemos, mas temos a gratidão por tudo que puderam experimentar até agora, e por você ter feito parte das conquistas e deste momento.    

Larissa Neli Faria

sexta-feira, 14 de março de 2014


                            III Seminário de Educação Científica- Paraibuna SP



   A expectativa para a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia está grande,  e como o dia para a viagem está se aproximando o frio na barriga também está aumentando .

   Nessa ultima Terça Feira ,dia 11-03-2014 ,os selecionados para a feira passaram por sua primeira prova; apresentaram seus projetos no seminário local de Iniciação Científica, e contaram com a presença dos familiares, amigos, professores da escola EE “Dr Cerqueira César” e  o vereador e ex participante do PJ-MAIS Paraibuna, Diego Luiz da Silva Pereira.

  Contaram também com a apresentação de outros dois projetos de conclusão de jovens formados no PJ.

  O Seminário teve como orador o já experiente em eventos do Instituto H&H Fauser o nosso querido Pedro Paulo Gonçalves (PJ-Formado)  e com a parceria da Flávia Cardoso Grotto que está cursando o 3º módulo do PJ-MAIS.

  A Coordenadora dos projetos e da  oficina de Iniciação Científica Milena Antunes de Camargo Mendes fez a abertura do seminário e logo após foi exibido o vídeo  sobre a oficina elaborado para a captação de recursos para a  viagem dos jovens a Febrace  via  site  do  Catarse : http://catarse.me/pt/alemdovale
   Começaram então as apresentações; o primeiro projeto foi o LOUCOS LOCAIS - EVENTO SOCIAL E INTEGRAÇÃO DE JOVENS a  Pesquisadora Júnior Tamiris  apresentou seu projeto e com muita propriedade falou do resultado e importância das atividades extracurriculares para os jovens no aumento de uma vida saudável e de respeito com a comunidade onde vivem .
   Em seguida os jovens Júlia e Júlio com uma desenvoltura natural mostraram a todos os presentes o projeto sobre o Grupo Escoteiro Paraibuna e como é importante incentivar a pratica em nosso município, como seus princípios se alinham com a preservação do meio ambiente e a cidadania, concluíram então com todos os problemas que o grupo tem passado ultimamente e a necessidade de motivar politicas publicas, participação de empresas e da comunidade para que se possa dar continuidade a essa essencial atividade para jovens e crianças.
  A Pesquisadora Junior Bruna Rodrigues apresentou seu projeto que nomeou como Animacão, um projeto que vai de encontro tanto com o Estatuto do Idoso quanto com a proteção e direito dos animais domésticos. Falando sobre adoção de animais domésticos e principalmente sobre a influencia que atendimentos frequentes usando o afeto animal podem causar na melhoria da qualidade de vida dos idosos do Lar Vicentino.
   Já Luana, Vitória e Rayza apresentaram a pesquisa que fizeram com os restaurantes do centro da cidade, Rodovia dos Tamoios e também com livros e o culinarista João Rural, tudo isso com a finalidade da Valorização da Comida Típica Caipira em Paraibuna, concluindo que hoje a comida caipira não tem o devido reconhecimento  que poderia ter em nosso município e o quanto isso é importante para fortalecimento de nossas identidades.
   Por fim Bruno e William apresentaram o projeto História e Impactos Sociais causados pela construção da barragem da represa do Paraibuna- Paraitinga, no qual entrevistaram ex moradores das áreas alagadas de Paraibuna, Natividade da Serra e Redenção da Serra, pesquisa na qual descobriram toda a importância de preservar a memória e identidade de um povo e como a construção de barragens pode causar mudanças bruscas e drásticas na vida das pessoas.
  Logo após a presentação dos projetos  o vereador Diego expressou todo seu contentamento com o PJ-MAIS em Paraibuna, e como foi importante para sua vida ter participado do Programa de Jovens ainda que por pouco tempo.
   Então o Coordenador Geral do PJ-MAIS Paraibuna expressou seu contentamento com o evento e o desemprenho dos jovens.
     Todos os presentes puderam deliciar após o seminário o delicioso e já tradicional em nossos eventos  “Café Caipira da dona Irene e seu Bernardo”.
         Agora os meninos e meninas do PJ-MAIS estão na reta final, corrigindo monografia, preparando materiais para o stand, arrumando as malas, as atividades não param ,e vão todos rumo a FEBRACE, passar cinco dias imersos em muito conhecimento a ser compartilhado e recebido.  Muita luz a todos.

PATROCINADORES:

 

 




Larissa Neli Faria

Coordenadora Pedagógica

Instituto H&H Fauser

sexta-feira, 7 de março de 2014

Uma causa justa - Ciência e cidadania lado a lado

video

Instituto H & H Fauser precisa de sua ajuda para levar seus jovens finalistas para mais importante Feira de Ciências e Engenharia Jr do país(FEBRACE).


Porque precisam de sua ajuda?

Os jovens são todos alunos de escola pública e geralmente de baixa renda, Paraibuna possui um baixíssimo IDH e o a remuneração média dos trabalhadores não passa de um salário mínimo. 70% da população é moradora de área rural. Ir para São Paulo passar uma semana com alimentação, e materiais para feira necessita de um valor muito alto para família desses meninos e meninas.


Por que devem receber a sua ajuda?
Todos os projetos desenvolvidos na oficina de Iniciação Científica no âmbito do PJ-MAIS de Paraibuna possuem um diferencial, são idealizados e realizados em favor da comunidade onde vivem. Os jovens passam dois anos em curso, em oficinas temáticas para entenderem e se capacitarem a desenvolver sustentavelmente os potenciais individuais e de seu município. No segundo ano eles escolhem uma deficiência do lugar onde vivem e através da pesquisa científica analisam e buscam melhorias em consonância com as politicas publicas e participação cidadã. Eles são capacitados a serem pessoas mais éticas, de valores reforçados e atuantes. Além de todo o preparo para entrar em uma universidade e para serem ótimos profissionais,


Como posso ajudar?
Preferencialmente pelo link:  
É só entrar e clicar a direita no "Apoiar esse projeto" e preencher seus dados.
Assim como outros colaboradores você pode achar complicado preencher diversos formulários, mas eles são necessários já que toda doação no Brasil precisa descontar o Imposto de Renda.
O valor não precisa ser alto, se você doar R$10,00 e conseguir convencer mais dois amigos a fazer o mesmo já teremos uma rede de apoiadores e vamos conseguir chegar ao valor necessário.
Escolhemos o Catarse como veiculo desse financiamento coletivo justamente porque analisamos sua segurança e já está bem difundido no Brasil.
Se ainda assim não sentir confiança e ainda quiser apoiar segue a conta no banco para depósito, e se fizer o depósito e quiser uma devolutiva de como os jovens estão se saindo é só enviar um e-mail resposta que incluiremos no boletim sobre a participação na feira: 
001 Banco do Brasil agencia 66400 Paraibuna SP C/C 6599 Instituto H&H Fauser  
CNPJ:  09127795/0001-78
Muita gratidão sua colaboração.
Se tiver curiosidade nos acompanhe : 



Veja os vídeos e conheça um pouco dos nossos jovens